Está aqui

Empresas

A PROPÓSITO DO ALENTEJO: NÃO HÁ REGIÃO MAIS BONITA QUE ESTA.

É a partir de Beja que Inês de Castro Vargas, licenciada em Ciências da Comunicação, vertente de Comunicação Empresarial/RP, gere a Pura, uma marca de vestuário e acessórios feitos por quem costura desde sempre, com amor e muita dedicação. Falámos com esta empreendedora criativa sobre o que a motiva, sobre o Alentejo e por este projeto que faz parte da sua vida. Fique a conhecer mais em https://www.facebook.com/Pura.pt/

AGUARDENTE ALENTEJANA PREMIADA EM MOSCOVO

Seja como digestivo ou não, a aguardente é um produto típico alentejano que todos apreciamos.

Na recente edição PRODEXPO 2016, no "XVIII International Tasting Contest Moscow" foi o jurado russo que se deixou cativar pela “elegância e fineza” da aguardente de uva LPS (Luís Peres de Sousa), rótulo Parra Verde, produzida na Vidigueira. Atribuindo-lhe assim o mais alto galardão, Medalha de Ouro.

DELTA CAFÉS ATACA FORTE NA SUÍÇA

A Delta Cafés realizou uma movimentação empresarial na Suíça e comprou a carteira de clientes do seu distribuidor, criando agora a empresa Novadelta Suisse.

A Delta Cafés - uma marca reconhecida internacionalmente e que se confunde com a imagem do seu fundador, o Comendador Rui Nabeiro -   realizou assim o seu objetivo de reforçar a presença no mercado Suíço. A recém-nascida Novadelta Suisse tem já com uma carteira de 350 clientes, na sua maioria a operar no canal Horeca.

JORGE DA CONCEIÇÃO, O HERDEIRO DOS BONECOS DE ESTREMOZ

Jorge da Conceição é o autor de inúmeras figuras modeladas à mão em barro vermelho, nas quais utiliza as técnicas e os materiais utilizados nos “Bonecos de Estremoz”. Descendente de uma família de ceramistas conceituada de Estremoz, Jorge da Conceição entregou-se a tempo inteiro a esta atividade após 25 anos afastado da cerâmica. Conheça mais sobre a sua atividade em https://www.facebook.com/jorgeconceicaoceramics/

RAQUEL PINA: O ALENTEJO FAZ PARTE DE MIM

Raquel Pina é natural de Beja mas reside em Lisboa desde que escolheu a Faculdade de Belas Artes para estudar Design de Comunicação. Criou uma marca própria, registada, a Raquel Pina Design & Illustration, com uma linha gráfica muito pessoal, em que desenvolve ilustrações personalizadas com o objetivo de as aplicar em objetos de uso quotidiano como marcadores de livros, sacos de ginásio, crachás, entre outros.

GENTE DA MINHA TERRA CHEGA A TODO O MUNDO

Andrea Marques é a proprietária da Gente da Minha Terra, uma loja localizada na Rua 5 de Outubro, mais conhecida por Rua do Artesanato, em Évora, que veio modernizar a oferta de produtos artesanais existentes, através de objetos únicos, sabores e aromas inspirados na história e tradição portuguesa. Conheça mais em https://www.facebook.com/gentedaminhaterraevora/

AS CASAS COM ALMA DE ANA CARLA FAÍSCO

Chama-se Ana Carla Faísco, é arquiteta formada na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, mas assim que pôde regressou às suas origens: ao Alentejo. É a partir de alcaria da Serra, na Vidigueira, que gere com a sua mãe e sócia-gerente a Mosaicos d' Alcaria, um atelier de Mosaico hidráulico com padrões e cores fora do comum. Da Vidigueira para o mundo. Saiba mais em https://www.facebook.com/mosaicosdalcaria

 

ALENTEJO. QUE PROGRIDA SEM PERDER A IDENTIDADE

Chama-se Cláudia Larguinho, tem 33 anos e é natural de Beja, a partir de onde produz acessórios feitos à mão com botões, peças que se reúnem em torno de uma única marca: Cloudette. Pregadeiras, anéis, pulseiras, brincos e colares/golas: de tudo um pouco encontramos na sua página do Facebook, em https://www.facebook.com/cloudette2015/timeline

 

Tribuna Alentejo – A Cláudia nasceu e reside em Beja. Mas sabemos que nem sempre esteve por lá.

MATEMÁTICA, AMOR E JÓIAS NO ALENTEJO

Carla Santana e Telémaco conheceram-se em Mértola e do seu amor acabou por nascer também a marca Santanajewelry, uma marca de acessórios de vestuário bordados artesanalmente que está localizada no Centro de Ideias e Negócios In Castro, em Castro Verde. Falámos com a Carla e ficámos a conhecê-la um pouco melhor e a este projeto também. https://www.facebook.com/santanajewelry

A GRANDIOSA MABALA DO ALENTEJO

Mabala é o nome do projeto de Isabel Anastácio, de 57 anos, que desde que se mudou para o Alentejo em 1984 já viveu em S. Pedro do Corval, em Bicos, perto de Cercal do Alentejo, em Évora e em Vale Figueira, perto de Melides. Atualmente vive em Grândola. De Lourenço Marques, terra onde nasceu, trouxe consigo a Mabala, a cor, que recria através de malas, ganchos, pregadeiras, enfeites de Natal... feitos em feltro, em lã e em algodão.

Páginas