Está aqui

Cultura

O BELO E O SUBLIME DA MÚSICA CLÁSSICA OUVIDA NUMA PEDREIRA ALENTEJANA

Viana do Alentejo, uma vila do Alentejo Central, arriscou bem quando há 5 anos decidiu juntar música clássica a um cenário único em beleza e acústica, uma pedreira de mármore desativada. Ao evento chamou Festival Pedreira dos Sons e desde então o público tem crescido e aumentado em heterogeneidade. A mesma que leva a juntar nesta 5.ª edição o cante alentejano, a projeção de imagem e a música clássica.

SINES COM FEIRA DO MAR EM JUNHO

A economia do mar tem uma feira dedicada em Sines, no Litoral Alentejano. O evento, que vai para a segunda edição, decorre entre 16 e 18 de junho, inclui mostras empresariais, uma conferência sobre turismo do mar, visitas à caravela Vera Cruz e ao farol de Sines, observação do fundo do mar, visitas à lota, showcooking e a pratica de desportos náuticos. 

EM ELVAS E PORTALEGRE O ACESSO À CULTURA VAI SER LIVRE

Os municípios de Elvas e Portalegre desenharam um programa de intercâmbio cultural entre as duas cidades e abrem este mês uma série de exposições de acesso livre ao público. O projeto batizado de “Habit’ARTE - Cultura, Património e Arte” visa o desenvolvimento regional integrado, através de exposições gratuitas em diferentes espaços culturais de Elvas e Portalegre.

.

São mais de 50 expositores, um terço deles espanhóis, e que vão mostrar o que de melhor se faz numa das mais belas manifestações artísticas tradicionais: a olaria.

ESCOLA DE CANTE ALENTEJANO VAI NASCER EM PARIS

Carlos Balbino, ator e encenador português a residir em Paris há 5 anos e que criou recentemente o grupo de cante Rancho de Cantadores de Paris, prepara-se para lançar uma escola de cante alentejano em Paris, como avança hoje o Redator.

Para além de se tratar da primeira escola de cante no estrangeiro, o promotor defende que a escola vai ter alunos de diferentes nacionalidades, para além dos portugueses.

ALENTEJO RECEBE ESTE MÊS CIMEIRA MUNDIAL DA AERONÁUTICA

O Portugal Air Summit vai reunir durante os 4 dias de conferência as personalidades e as empresas mais relevantes da indústria, infraestruturas e serviços, dos sectores da aeronáutica e da aviação em Portugal. O evento decorre entre 24 e 27 de maio em Ponte de Sor, no Alto Alentejo. Naves não tripuladas, os desafios do futuro da aeronáutica na Europa, a relação entre a investigação e a indústria, a posição geoestratégia de Portugal vão ser alguns dos temas em debate.

BERG ACTUA NA CUBA DO ALENTEJO

Dia 19 de maio, Teófilo Sonnenberg, mais conhecido por Berg, sobe ao palco do Centro Cultural de Cuba, às 21h30.

O músico e cantor Berg integrou a banda de Rui Veloso e participou em trabalhos de Boss AC, Rita Guerra, Nuno Guerreiro, Pedro Abrunhosa e GNR. Berg foi também vencedor do Factor X Portugal em 2014.

Imagem de capa de alexandremartins.org

AUREA E CARLÃO SÃO CABEÇAS DE CARTAZ EM ARRAIOLOS

Carlão, o “Pacman” dos Da Weasel, e a alentejana Aurea, são cabeças de cartaz em Arraiolos, para animar mais uma edição do "O Tapete está na Rua".

Carlão vai atuar na vila alentejana a 10 de junho, pelas 22:30h, na Praça do Município, e a 16, o mesmo local recebe a vencedora do “Best Portuguese Act”, dos MTV Europe Music Awards, Aurea, pelas 22h.

MARVÃO DEDICA 15 DIAS À GASTRONOMIA DO BACALHAU

Sopa de batata com bacalhau, lombo de bacalhau com batatas e pimentos, açorda de bacalhau, bacalhau dourado e bacalhau assado, são apenas uma ínfima parte dos pratos disponíveis em mais uma festa de sabores em Marvão. Falamos de mais uma Quinzena Gastronómica do Bacalhau, na oitava edição, e que arranca sábado, dia 13 de maio e decorre até ao dia 28 de maio.

O festival gastronómico conta com a participação de 13 restaurantes de Marvão e dezenas de ementas onde os pratos de bacalhau são destaque.

HERANÇA ISLÂMICA CELEBRADA EM MÉRTOLA

O Festival Cultural mais aguardado do país prepara-se para celebrar mais de 7 séculos de influência islâmica. Falamos do Festival Islâmico que inunda Mértola de cores, cheiros e sabores que povoavam há séculos o seu quotidiano. A magia do 9.º Festival Islâmico regressa às ruas do Centro Histórico entre 18 e 21 de maio, onde a herança islâmica da Vila-Museu mistura-se com mercadores e artesãos vindos da bacia do Mediterrâneo, numa celebração cultural única.

Páginas