Está aqui

ALDEIA QUE O ALQUEVA ENGOLIU DÁ NOME A EXPOSIÇÃO ÚNICA

De 29/06/2017 - 18:00 até 03/12/2017 - 22:00

O Museu da Luz inaugura dia 29 de junho, a exposição temporária À Luz de uma nova História: Arqueologia nos novos caminhos da água, com uma mostra dos inúmeros vestígios do passado preservados no subsolo e que Alqueva permitiu trazer à luz do dia, durante os trabalhos de mobilização de terras para a construção das diversas barragens, canais, reservatórios e condutas que constituem o Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva.

Estes testemunhos vieram contribuir - por vezes de forma importantíssima - para o conhecimento do que foi, desde tempos muito recuados, a povoação das terras que hoje constituem o vasto perímetro do território de Alqueva.

Desde a pré-história antiga à era moderna, na região de Alqueva e em particular na freguesia da Luz, este é um olhar sobre as sociedades que habitaram as terras que hoje a água domina, uma exposição para visitar até dia 03 de dezembro de 2017. A visita no dia da inauguração é comentada, inclui uma visita guiada às ruínas romanas Julioa24 e um sunset no lago Alqueva, com petisco e DJ no Monte dos Pássaros.

O Museu da Luz

O Museu da Luz (Mourão) foi erigido entre a aldeia da Luz e a margem do lago de Alqueva, e assume-se hoje como o espaço interpretativo das profundas alterações ocorridas neste território, decorrentes do aparecimento da barragem e da submersão de uma aldeia. O próprio edifício em xisto, diversas vezes premiado, é de uma arquitetura marcante e perfeitamente integrada na paisagem.

Imagem de capa de museudaluz.org.pt