28 Agosto 2017      10:48

Está aqui

VILLA ROMANA DE PISÕES NO BAIXO ALENTEJO COM NOVA VIDA

A Villa romana de Pisões, de estilo helenístico, teve a sua ocupação romana entre os séculos I antes de Cristo e o século IV depois de Cristo. Esta magnífica Villa situa-se na Herdade da Almagrassa, a cerca de 10 km de Beja, e foi reecontrada acidentalmente, em 1967, durante trabalhos agrícolas. 

A Villa encontra-se hoje parcialmente escavada, nomeadamente uma parte significativa da casa dos proprietários, apresentando mais de quarenta divisões centradas num peristilo, ricamente decoradas e onde se destacam os mosaicos. Temporariamente encerrada ao público, a Villa apenas aceita marcações de grupos, uma realidade que está prestes a mudar. É que a Câmara Municipal de Beja, a Direção Regional de Cultura do Alentejo e a Universidade de Évora assinaram recentemente um Protocolo de Colaboração para a Salvaguarda e Gestão da Villa Romana de Pisões. Trata-se de um Plano que assenta em três áreas fundamentais: investigação e desenvolvimento, valorização patrimonial e ainda divulgação e formação, a ser desenvolvido por fases, mas com o objetivo de tornar o sitio visitável para ser reaberto ao público. Para o efeito já estão a decorrer trabalhos no terreno.

Tanques, piscina e termas de apreciáveis dimensões, existiriam igualmente nesta propriedade, em aproveitamento da proximidade da barragem de Pisões, constituindo mesmo, o edifício termal, um dos mais relevantes exemplares de termas privadas romanas encontrados em território português. 

Todo o conjunto de mosaicos existentes nas Ruínas romanas de Pisões é verdadeiramente assinalável, com peças de grande qualidade, composições geométricas e naturalistas, desde mosaicos monocromáticos até aos policromados. Um verdadeiro tesouro em terras lusas que em breve estará acessível ao público.

Fonte: Município de Beja e Direcção-Geral do Património Cultural.

Imagem de capa de portugalnotavel.com

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.