9 Setembro 2017      00:49

Está aqui

UM REGRESSO ÀS AULAS AMIGO DO AMBIENTE

O regresso às aulas está à porta e é hora de novos materiais e livros começarem a tomar o seu espaço no quotidiano de milhares de alunos. Este regresso às aulas pode e deve ser mais ecológico e amigo do ambiente, sobretudo no que concerne ao que fazer com o material velho e utilizado.

A Sociedade Ponto Verde dá algumas dicas fáceis de seguir e que podem fazer toda a diferença.

 

Reciclar o material escolar

Por exemplo, os tubos de cola já gastos do ano passado, as embalagens de cartão ou de plástico das canetas e dos lápis de cor podem ser reciclados.

Só através da correta separação e reciclagem conseguimos evitar que este material prejudique o ambiente e fazer com que seja posteriormente transformado em novos produtos. Tudo começa com o consumidor e com a correta separação das embalagens.

 

Na escola e com o grupo de colegas e amigos também se deve separar os resíduos

Nos intervalos, no refeitório ou na sala de aula, qualquer aluno pode convencer a turma a separem sempre os resíduos para que tenham o destino adequado. Se não existirem ecopontos, pode sempre fazer-se um, e propor até aos professores que se faça em turma e se possa assim separar plástico, metal, vidro e papel/cartão, mas também pilhas e tinteiros.

 

O saber não tem idade

Também em casa, com os pais, podem construir um ecoponto feito a partir de caixas de cartão. Para além de ser divertido, não há melhor forma se valorar a importância da reciclagem. Importa saber que além de plástico, metal, vidro e papel/cartão, também se pode se podem separar pilhas, óleos alimentares e medicamentos!

Os cadernos ou as folhas que se usam nos dossiers podem vir a ser reciclados quando já não forem necessárias, tal como cadernos e outras folhas que sejam usadas durante o ano letivo e que podem ser colocadas no ecoponto azul. Depois de reciclado o papel pode ser transformado em: papel de jornal, cartão canelado, blocos de escrita, papel higiénico, rolos de cozinha, etc.

As canetas que já estão gastas não devem ser colocadas no ecoponto amarelo e os pacotes de sumo ou de leite usados para o lanche na escola, devem – depois de vazios, claro - ser colocados no ecoponto amarelo, apesar de serem feitos com muito cartão, em alguns casos, contém alumínio e plástico, o que significa que não devem ser colocados no ecoponto azul.

 

Uma garrafa pode ser uma camisola

É verdade, as garrafas de água de plástico, após recicladas, podem ser transformadas em malha polar para t-shirts e camisolas, em vez de as atirar ao chão, de as pontapear, ou ignorar, devem ser colocadas no ecoponto amarelo.

Estes são os conselhos da Sociedade Ponto Verde, uma instituição privada sem fins lucrativos, e que tem por missão organizar e gerir a retoma e valorização de resíduos de embalagens, através da implementação do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE), mais conhecido como "Sistema Ponto Verde". Promover a sensibilização e educação ambiental junto dos portugueses é um dos grandes objetivos desta entidade.

 

Imagem de xalingo.com.br

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.