24 Março 2017      14:43

Está aqui

PERSEVERANÇA E CRIATIVIDADE

Estavamos no final do verão de 2015 quando entrevistámos pela primeira vez as promotoras de uma ideia que revolucionou a abordagem ao capote alentejano tradicional. Mulheres, dinâmicas e criativas que reinventaram o conceito tradicional de capote alentejano como peça de vestuário feminino e que se tem afirmado em grande parte devido ao seu design atrativo. A ideia passou a realidade à custa de "muita vontade, muita perseverança e alguma teimosia própria das mulheres, em especial quando acreditam numa ideia e querem vê-la realizada." Hoje a marca está instalada e goza de um crescente prestígio. Tanto que elaborou um capote para oferecer ao Papa Francisco, na visita que este fará em abril a Portugal.

Para Delfina Marques a situação da Capote's Emotion melhorou desde 2015 uma vez que "consolidou metas a nível de quota de mercado e de público alvo e redefiniu a sua  estratégia comercial." Mas e os obstáculos? Para a Capote's Emotion o maior problema continua a ser o mesmo desde então: a sazonalidade. O que é compreensível porque os capotes não são peça de verão. E como vão resolver este problema? A empresária guarda o jogo mas adianta com um sorriso que já se encontra a fase experimental a "solução que permitirá vencer esse obstáculo".
 
E daqui em diante? A resposta é objectiva: "alcançar novos mercados, novos clientes e lançar novos produtos, é com esse intuito que trabalhamos", sublinhando o plural. é que Delfina Marques coloca no centro do seu sucesso "a equipa competente" que é capaz de aceitar todos os desafios "e levar a bom termo aquilo a que nos propomos".
 
E mudou de alguma forma a perspectiva sobre a dificuldade em empreender? Delfina Marques tal com então acredita que é preciso não ter medo de arriscar. Os obstáculos existem claro, mas com o empenho e a grande capacidade de trabalho próprios das mulheres são ultrapassáveis. (risos)
CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.