24 Julho 2017      10:31

Está aqui

MAIS VAGAS NO ENSINO SUPERIOR

No corrente mês abriram as vagas para o acesso ao ensino superior, tendo sido noticiado o aumento no número de vagas comparativamente ao ano passado (mais 150 vagas).

Sendo este um sinal de investimento de novos cursos em novas áreas, não nos podemos esquecer de algo que já há muito tempo deveria estar na agenda não só do Governo como também das Universidades: o elevado número de vagas para a oferta de emprego efectivamente existente.

Vários são os cursos em que todos os anos saem centenas de licenciados, directamente para o desemprego. Não por não terem as capacidades necessárias para desempenhar a sua profissão mas porque o mercado não tem lugar para eles.

Conhecendo esta realidade, as Universidades continuam a aumentar o número de vagas à medida que o Governo vai descongelando essa possibilidade.

Se os futuros estudantes pretendem seguir o seu sonho, as Universidades não se preocupam minimamente em ver se existem as condições de mercado para o auxílio à concretização desse mesmo sonho. Afinal de contas sempre são mais uns milhares de euros de propinas a entrar nos cofres.

Se as empresas devem criar condições para a integração de novos quadros, as Universidades devem também dar-lhes alguma folga para a criação dessas mesmas condições para os futuros recém-licenciados.

Algumas Universidades já despertaram para essa mesmas realidade criando vários protocolos com as empresas e adaptando a sua oferta lectiva à realidade empresarial actual, outras apenas se limitam a aumentar o número de vagas sem qualquer adaptação à oferta actual.

É óbvio que todos devemos ter oportunidade de seguir o nosso sonho na área que desejamos. Agora o que não pode acontecer é um aproveitamento, por parte das Universidades, desse mesmo desejo de sonho para que, daqui a três ou quatro anos, o sonho se torne em angústia e em pesadelo.

 

 

Imagem de serestudante.com

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.