22 Agosto 2017      14:40

Está aqui

ESTUDANTES SUL COREANAS EM ALJUSTREL

São 20 estudantes da Sookmyung Women's University de Seul, da Correia do Sul e estiveram nos últimos dias em residência artística no Centro d'Artes de Aljustrel no Baixo Alentejo.

As estudantes constituem o Ensemble Eclat e estiveram entre 15 e 18 de agosto em residência no Centro d’Artes de Aljustrel, no âmbito de um protocolo de intercâmbio cultural que o Município de Aljustrel realizou com esta universidade e que resultou no espetáculo East to West Soundflake, com música coreana e performance de dança, apresentado a 17 de agosto.

Estas estudantes viajam, desde 2016, para África e a Europa para experimentar histórias artísticas e desenvolverem as suas capacidades musicais a nível internacional bem como aprender sobre a música de outras culturas.

“Este encontro em Aljustrel veio abrir caminho para uma maior relação internacional entre o sul da Europa e a Coreia do Sul, conforme explicou  Jinsoo Kim, o diretor deste Ensemble Eclat, que fez votos para que esta iniciativa se possa repetir, a fim que “os laços tecidos entre Aljustrel e a Universidade possam reforçar-se e ficar cada vez mais sólidos”.     

E já apaixonou a pianista e compositora de música clássica contemporânea, sul-coreana, Ji Sun Yang, uma das artistas a desenvolver um  trabalho de música participativa. O encanto por esta terra mineira foi tal que, este ano, regressou a Aljustrel com um novo projeto e, com ela, trouxe este grupo de estudantes da Sookmyung Women's University, primeira escola privada nacional de mulheres da Coreia. 

Fundada em 1906, durante um dos períodos mais difíceis da história do país, esta universidade acredita que pode salvar a nação através da educação feminina. Por isso, tornou-se num lugar onde tanto a faculdade como as estudantes “respeitam a humanidade e valorizam a justiça social”.  Uma universidade onde os seus membros se sentem felizes e realizam os seus sonhos.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.