23 Fevereiro 2021      11:08

Está aqui

Cereais do Alentejo ajudam Nestlé a chegar à neutralidade carbónica

Em Portugal, a Nestlé trabalha com agricultores no Alentejo para produzir cereais com características específicas (baixos teores de pesticidas) para o fabrico, entre outros, de papas de cereais infantis CERELAC.

De acordo com o Agroportal, esta ligação aos agricultores permite assegurar a qualidade do produto final e promove práticas agrícolas, desde a sementeira até à colheita, mais amigas do ambiente. Tudo medidas que a empresa adotou no âmbito do seu objetivo em reduzir para metade as suas emissões até 2030 e a atingir a neutralidade carbónica até 2050.

Assim, as especificações técnicas de matérias-primas são trabalhadas de perto com o agricultor desde o momento da compra da semente, passando pela sementeira e até à colheita. A este nível, o grande objetivo é obter 50% das suas principais matérias-primas através de práticas agrícolas mais sustentáveis até 2030.

Com uma linha de investimento já criada para os próximos cinco anos num total de CHF 3,2 mil milhões, o objetivo da Nestlé é substituir as práticas agrícolas intensivas por agricultura regenerativa, também ela promotora de solos mais saudáveis.

 

Fotografia de agriculturaemar.com

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.