23 Janeiro 2021      13:07

Está aqui

Carta a uma girafa

Querida Girafa,

Ando há meses pensando em como te escrever estas palavras. Na minha ideia, é preciso coragem para, finalmente, te dirigir breves linhas que sei que talvez nem vás ler. Porém, é importante e obrigatório que as escreva.

Certamente sou alguém absolutamente desconhecido para ti. Nunca tive a coragem de te dirigir a palavras certas. E por isso me calo cada vez que passo por ti e cada vez que nos cruzamos. E por isso desvio o olhar. Há algo em ti que fez nascer algo em mim e me ajudou a ver a savana de outra forma. Bem, ajudou-me a abstrair do capim.

 

Querida Girafa,

Trato-te assim porque não sei o teu nome. Mas gostava muito de saber. Porém, sei que os nossos caminhos não se cruzam facilmente de modo a que os teus olhos foquem os meus nos olhos. O mundo em que tu vives é tão diferente do meu. Aí em cima, no topo das árvores, as coisas são muito diferentes. Vês o céu azul e roças o topo das árvores que eu tanto gostava de ver, da mesma forma que tu.

Há, entre nós, uma abismal diferença. Um tão acentuado fosso que me torna frágil, ainda que a minha carapaça forte possa parecer que sou imensamente implacável.

 

Querida Girafa,

Consumo-me, em angústia, pensando que nunca poderemos estar juntos. Sei por certo que tu não vais nunca apaixonar-te por mim. Por isso, para poder pensar e raciocinar de novo, na minha vida de papa-formigas. Para poder continuar a desempenhar o meu papel no ecossistema.

Nunca tinha percebido o que significa a palavra apaixonado e amor. Sei o que é sofrer. Sei o que é padecer de amor. Estar apaixonado é sofrer. Paixão também significa sofrimento e estes meus sentimentos por ti fazem-me sofrer imensamente. Minha querida, peço-te que não leves de ânimo leve estas minhas palavras. Elas são tão somente para que eu me possa libertar de tão grande peso em cima de mim.

 

Querida Girafa,

Se leres o que escrevi, pensa em mim como alguém que te olha de baixo para cima. Alguém que vive paralelamente a ti e, sem coragem para mais, assim viverá os seus dias, assim deixará que a sua frustração esmague formigas. Dia após dia, as formigas serão o meu alvo. É triste que te diga, mas é a minha sina.

Deixarei esta carta num lugar onde a possas ver. Ainda não sei bem onde mas hei de pensar nisso.

 

Querida Girafa,

Minha paixão, um beijo prolongado de quem não te pode alcançar.

Assinado: eu.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.