12 Janeiro 2021      11:55

Está aqui

Beja, Odemira e Ourique diminuem valor do IMI para 2021

Os municípios de Beja, Odemira e Ourique vão diminuir o valor do imposto municipal sobre imóveis (IMI), num universo de 84 concelhos que baixaram esta taxa.

Os dados foram recolhidos pelo JN/Dinheiro Vivo no portal das Finanças e nas atas das assembleias municipais de algumas câmaras que ainda não tinham reportado ao Fisco o valor da taxa a aplicar.

A taxa do imposto municipal sobre imóveis (IMI) a aplicar em cada concelho é decidida pelos respetivos executivos camarários, uma vez que se trata de receita própria das autarquias. O imposto incide sobre os prédios urbanos e rústicos, aplicando-se uma taxa entre 0,30% e 0,45% nos primeiros casos, e uma taxa de 0,80% nos segundos.

Dos 84 concelhos que baixaram a taxa de IMI, três dos quais pertencem ao distrito, sendo que Beja baixou -0,01%, Odemira reduziu 0,03%, e Ourique cortou 0,04%.

Assim, a taxa de IMI a pagar nos concelhos do distrito de Beja é a seguinte: 0,30% em Aljustrel, Alvito, Almodôvar, Barrancos, Castro Verde, Cuba, Moura, Serpa e Odemira; 0,32% em Beja e Vidigueira; 0,36% em Ourique; e 0,375% em Ferreira do Alentejo e Mértola.

Para 2021, o IMI a pagar pelos proprietários – e na maioria dos casos eleitores – é o mais baixo admitido em 170 autarquias. Considerando o universo para as quais já existem dados, e comparando com 2020, são pelo menos mais 10 câmaras a optarem pela taxa mais baixa.

 

Fotografia de regiao-sul.pt

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.