27 Agosto 2017      11:02

Está aqui

ARTE E MÚSICA MEDITERRÂNICA NO SETE SÓIS, SETE LUAS EM ODEMIRA

Odemira recebe a 25ª edição do Festival Sete Sóis Sete Luas, com a arte e a música do Mediterrâneo e do mundo lusófono. O programa integra espetáculos musicais, uma grande performance de rua e uma exposição de pintura, nos dias 16, 17, e 30 de setembro, respetivamente.

A 16 de setembro mostra-se a Cunfrontos 7 Sóis, uma criação artística original do Sete Sóis Sete Luas, que resulta do trabalho conjunto de 10 músicos provenientes do Brasil, Cabo Verde, Espanha, França, Portugal e ilha de Sardenha, que se encontraram para este projeto para partilhar tradições culturais e musicais e criar temas inéditos que testemunham a possibilidade de compreensão e colaboração.

A 17 de setembro é a vez da Companhia Deabru Beltzak, que apresenta na vila de Odemira o teatro de rua “Su à Feu”, um espetáculo cheio de efeitos especiais e pirotecnia que pretendem provocar no público uma mistura de emoções: curiosidade, admiração, medo e surpresa. Os Deabru Beltzak prometem levar para as ruas de Odemira o mistério e a magia dos seus ancestrais.

Também a 17 mas no Cineteatro Camacho Costa, o canta-hostórias, ator, cantor, músico, compositor, Mario Indudine, através de um estilo brilhante e teatral e digno herdeiro da grande tradição dos “canta-histórias” sicilianos, exprime através da música o seu amor pela sua terra, a Sicília.

Antes, a 30 de agosto, é inaugurada a exposição de pintura de Abdelkarim Elazhar, na Biblioteca Municipal José Saramago.

Abdelkarim Elazhar, nasceu na antiga cidade portuguesa de Azemmour em Marrocos. Completou a sua formação superior artística na vertente de gravura na Escola de Belas Artes de Tetouan, Bruxelas e Liège. A inspiração de impressões, o minimalismo de formas e cores e o efeito desbotado, servem para lembrar a sua pluralidade e dimensão enquanto artista. Elazhar esboça figuras com cores mosqueadas, é um universo assustador que, paradoxalmente, tem a particularidade de nos apaziguar.

Nos dias 28, 29 e 30 de setembro o festival conta com um laboratório de pintura para estudantes das escolas do concelho, com Abdelkarim Elazhar. E os estudantes da área de hotelaria terão a possibilidade de participar num laboratório de pastelaria marroquina orientado por Nadia El Firiqi, nos dias 29 e 30 de setembro.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.