24 Novembro 2020      10:00

Está aqui

Almodôvar vai transformar antigo centro de saúde em lar de idosos

O antigo edifício do centro de saúde de Almodôvar, no distrito de Beja, vai ser transformado numa estrutura residencial para idosos (ERPI) num investimento de cerca de 2,5 milhões de euros, divulgou a Santa Casa da Misericórdia de Almodôvar (SCMA) à agência Lusa.

O provedor da instituição, António Vilhena Colaço, adianta que este é um projeto da Santa Casa da Misericórdia de Almodôvar, proprietária do imóvel, que terá o apoio financeiro da Câmara Municipal e já recebeu autorização da Segurança Social.

A futura ERPI tem um projeto que se encontra “concluído e aprovado pela Segurança Social e também já deu entrada nos serviços da Câmara Municipal de Almodôvar para respetiva aprovação”, disse António Vilhena Colaço.

Assim, o projeto será candidatado ao Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais – 3.ª Geração (PARES 3.0), até final de novembro, num investimento que pode chegar a 2,5 milhões de euros e que terá uma comparticipação da autarquia local estimada em 500 mil euros.

“Estes processos são morosos, mas o importante é a aprovação da candidatura. Depois, os prazos de início e conclusão decorrerão normalmente”, explicou o responsável da instituição alentejana.

Segundo o provedor, o novo equipamento terá capacidade para 60 residentes, a que se juntarão mais 20 pessoas na valência de centro de dia e outras 20 em apoio domiciliário. “Depois de concretizado, este projeto deixará o nosso concelho apetrechado com uma infraestrutura moderna e que foi pensada com base na experiência de mais de 40 anos de trabalho com idosos”, sublinhou.

António Vilhena Colaço destacou ainda que, “além da mudança dos serviços prestados a idosos para um edifício mais diferenciado”, a nova ERPI permitirá igualmente a ampliação da “capacidade de prestação de serviços de apoio domiciliário e de centro de dia” da instituição e “a contratação de mais recursos humanos”.

Adicionalmente, a nova resposta social da SCMA vai priorizar a admissão de almodovarenses, “o que consolida ainda mais a importância deste projeto” para a comunidade.

Já o presidente da Câmara de Almodôvar, António Bota, reconhece que este é um projeto “que vai ao encontro das necessidades” dos cidadãos seniores do concelho, “que no fim da sua vida merecem um local digno e confortável para estar”. O autarca acrescentou também que a futura ERPI vai “permitir que nos próximos 20 ou 30 anos os idosos de Almodôvar tenham um local digno para viverem a vida que merecem e pela qual lutaram no tempo em que trabalharam”.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.