20 Fevereiro 2021      15:39

Está aqui

Alentejano reconduzido como Chefe do Estado-Maior da Armada

Almirante António Mendes Calado

Foi numa pequena nota, publicada no site oficial da Presidência da República, que o Marcelo Rebelo de Sousa revelou ter aceitado a proposta do Governo para a recondução do almirante alentejano António Mendes Calado como Chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA).

Na mesma nota, o Presidente da República , informa que reconduziu também o Almirante António Silva Ribeiro como Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA).

Nascido em 1957, em Cabeço de Vide, o Almirante António Mendes Calado ingressou na Escola Naval em 1974, onde concluiu a licenciatura em Ciências Militares Navais. Especializou-se em Artilharia e juntou-lhe o Curso Geral Naval de Guerra, o Curso Complementar Naval de Guerra e o Curso de Promoção a Oficial General, além de ter frequentado cursos em escolas navais da Marinha dos Estados Unidos.

Foi instrutor do curso de oficiais e diretor da Escola de Artilharia Naval, chefe do gabinete de operações ASuW/AAW do CITAN, chefe da secção de exercícios do Comando Naval, chefe da secção de treino do departamento de treino e avaliação da Flotilha, onde acumulou as funções de oficial de ligação ao FOST. Exerceu funções de oficial adjunto do Chefe da Divisão de Pessoal e Organização do Estado-Maior da Armada e foi Adido de Defesa junto da Embaixada de Portugal em Varsóvia, Kiev, Bratislava, Bucareste e Budapeste. 

Navegou cerca de vinte mil horas e concluiu a sua carreira no mar em 2005, com uma folha de serviços onde constam diversos louvores e condecorações. .

A 1 de março de 2018 tomou posse como Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, o cargo que, esta semana, viu ser renovado.

 

Imagem e informação de amn. pt

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.