21 Fevereiro 2021      10:10

Está aqui

Évora e Beja receberam parte das 200 camas doadas pela "Aconchegar”

A pandemia da Covid-19 fez aumentar as necessidades dos hospitais e entidades de saúde nacionais.

Neste contexto, surge o projeto "Aconchegar" que visa combater as fragilidades causadas pela pandemia, ajudando a melhorar a capacidade de internamento e de prestação de cuidados, através da doação de materiais a estruturas de retaguarda e hospitais.

A par de nomes como António Raminho, Fáima Lopes, Nilton, Nuno Delgado, Chakal, Luís Filipe Borges ou o humorista alentejano Bruno Ferreira, o também alentejano Carlos Sezões -  gestor e fundador e coordenador da plataforma Portugal Agora - é um dos embaixadores da iniciativa e adiantou ao TA que “a Aconchegar é uma iniciativa da sociedade civil, que se empenhou em conseguir melhores recursos para esta fase crítica da pandemia. Estamos a falar de contributos de pessoas, empresas e outras instituições. Fruto dos donativos recebidos, temos já mais de 200 camas mobilizadas para Hospitais e estruturas de retaguarda. Estes contributos prevalecerão para além da pandemia, permitindo aos nossos serviços de saúde maior e melhor capacidade de enfrentar desafios futuros."

No Alentejo, hospitais e estruturas de retaguarda dos distritos de Évora e Beja já receberam algumas destas 200 camas, tal como Bragança, Castelo Branco, Leiria, Lisboa, Porto e Vila Real.

A entidade de angariação de fundos foi lançada pelo capítulo português da International Association of Microsoft Channel Partners com a Fundação São João de Deus, e tem o seu foco no aumento do número de equipamentos nos hospitais em tempo de pandemia, apesar dos seus propósitos irem mais além.

Regularmente, o projeto "Aconchegar" atualiza no seu site - www.aconchegar.pt - o saldo angariado e os equipamentos adquiridos e entregues, sendo que os donativos podem ser enviados por MBWAY ou multibanco.

As estruturas de apoio que têm necessitam de materiais podem enviar email para - aconchegar@fsjd.pt -, indicando a entidade, a região geográfica e o número de equipamentos necessários.

 

Imagem da página de Facebook do projeto

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.